Mapa de risco da Covid-19: estado se mantém em bandeira verde, com risco muito baixo

Levantamento indica redução de 48% no número de óbitos e de 69% nas internações pela doença



A 66ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada na última sexta-feira (31) pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), mostra que o estado permanece em bandeira verde, de risco muito baixo para transmissão da covid-19.

O levantamento indica uma queda de 48% no número de óbitos provocados pela doença e 69% nas internações. A análise compara as semanas epidemiológicas 50 (de 12 a 18 de dezembro) e 48 (de 28 de novembro a 04 de dezembro).

As regiões Centro Sul, Metropolitana I, Metropolitana II, Serrana, Norte, Baixada Litorânea, Baía de Ilha Grande e Noroeste estão classificadas como risco muito baixo, em bandeira verde.

A região do Médio Paraíba ficou classificada como bandeira amarela, com risco baixo. A alteração nessa região ocorreu devido ao aumento de 3 óbitos (de 3 para 6) nas semanas analisadas.

“O estado permanece avançando no combate à pandemia da covid-19. Isso é reflexo das medidas de enfrentamento e da campanha de imunização. Com as festas de fim de ano, é importante reforçarmos os cuidados. A melhor orientação que podemos dar é para que todos estejam com a vacinação em dia. Quem ainda não tomou a segunda dose deve ir o quanto antes a um posto de vacinação para colocar o esquema vacinal em dia. Da mesma forma é importante mantermos as medidas de proteção, como uso da máscara e lavagem das mãos”, reforça o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

No estudo da SES, cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

Os resultados apurados para os indicadores apresentados devem auxiliar a tomada de decisão, além de informar a necessidade de adoção de medidas restritivas, conforme o nível de risco de cada localidade.

Sec. Saúde do Estado do RJ
Foto: Reproduçãofull-width

Comentar

Postagem Anterior Próxima Postagem

Concer