Operação Lei Seca flagrou 482 motoristas dirigindo alcoolizados no fim de semana do Natal

A Operação realizou 25 ações de fiscalização em todo o estado de sexta a domingo (24 a 26/12)


No final de semana do Natal a Operação Lei Seca abordou 2.917 motoristas em 25 blitzes de fiscalização realizadas em diferentes locais do estado e 482 casos de alcoolemia foram registrados.

Em Nova Iguaçu, em uma blitz realizada na sexta, 33 motoristas foram flagrados dirigindo sob influência de álcool. Resultando em um percentual de 27,3% de casos de alcoolemia registrados na ação.

Realengo foi outro local que chamou a atenção por registrar altos índices de alcoolemia. Em uma ação realizada no sábado, dos 97 motoristas abordados, 36 apresentaram sinais de embriaguez.

A Operação Lei Seca atua diariamente na missão de salvar vidas através de ações de fiscalização e educação.

Em períodos de festas e feriados, a Operação intensifica as blitzes de fiscalização para evitar os acidentes de trânsito ocasionados pela mistura de álcool e direção.

Em comparação com o ano passado, os números de blitz, de abordagem e de alcoolemia aumentaram consideravelmente.

No feriado do Natal de 2020 (dias 24, 25 e 26/12) a Lei Seca realizou 19 blitzes e este ano aconteceram 25 blitzes, pois as equipes também aumentaram de 15 para 21 neste ano de 2021.

Em 2020, 296 motoristas foram abordados pela Lei Seca nos dias 24, 25 e 26/12 e em 2021 foram 2.917, portanto mais de 10%. Em 2020, 47 motoristas embriagados foram retirados das ruas no feriado de Natal contra 482 deste ano.

"Os altos índices de alcoolemia registrados no fim de semana são um alerta para continuarmos firmes na nossa missão de salvar vidas. Nossas ações de educação e fiscalização acontecem diariamente e buscam sempre a conscientização da população sobre os riscos da mistura de álcool e direção”, explica o superintendente da Operação Lei Seca, tenente-coronel Fabio Pinho. 

Ascom Segov
Imagem: Divulgaçãofull-width

Comentar

Postagem Anterior Próxima Postagem

Concer