Deputado estadual Eurico Júnior participa da inauguração da capela Santa Dulce dos Pobres

Parlamentar comemora restauração da capela de São Francisco de Assis, em Paty do Alferes


No dia em que se comemoraram os 30 anos de morte de irmã Dulce (13 de março), canonizada pela Igreja Católica tornando-se Santa Dulce dos Pobres, a primeira santa brasileira, Paty do Alferes rende homenagens à freira que dedicou sua vida à caridade, por meio da inauguração de uma capela com o seu nome, na Fazenda Monte Alegre, doada à Mitra Episcopal pelo Dr. Gabriel Fonseca.

 A inauguração contou com a participação do deputado estadual Eurico Júnior, missa celebrada pelo padre Welder de Carvalho Silva, e a presença de Júlio Cézar Duarte de Carvalho, Controlador Geral do Município, Marcelo Basbus Mourão, Procurador Geral do Município, e Vera, esposa do Dr. Gabriel Fonseca.

“Paty do Alferes também recebeu essa semana outro espaço religioso e histórico, por meio da restauração do Coreto e da Capela de São Francisco de Assis, cuja inauguração ocorreu durante o evento de assinatura do Termo de Cooperação Técnica entre a Funarte e a prefeitura de Paty do Alferes, em benefício da Aldeia de Arcozelo, realizado nesta segunda-feira (14), na Aldeia. São importantes marcos da religiosidade na nossa região”, avaliou Eurico Júnior, que elogiou o belo trabalho do artista Eduardo Brunoro, responsável pela restauração, criação dos painéis e dos quadros da Via Sacra que adornam a capela da Santa Dulce dos Pobres.


Sobre a santa

Irmã Dulce nasceu em Salvador, da Bahia, em 1914, e morreu em 1992. Destacou-se por sua perseverança em prol de projetos dedicados aos mais necessitados e foi canonizada em 2019.

Ela abraçou a vida religiosa aos 18 anos e a caridade aos 12, quando uma tia levou-a para conhecer a favela dos Alagados, em Salvador. Foi quando decidiu alimentar os pobres a ajudar aos enfermos na porta de casa.

Os projetos sociais criados pela freira contam com um complexo hospitalar e um orfanato e que beneficiam mais de três milhões de pessoas anualmente.


Coreto e Capela de São Francisco de Assis, na Aldeia de Arcozelo

A inauguração da restauração do Coreto e da Capela de São Francisco de Assis é resultado das primeiras ações da Funarte depois de receber o RGI da Aldeia de Arcozelo, em agosto de 2021.

A assinatura do Termo de Cooperação Técnica faz parte de uma parceria entre a Funarte e a Prefeitura Municipal de Paty do Alferes, representada pelo prefeito Juninho Bernardes, que tem como objetivo a captação e a aplicação de recursos públicos, bem como a possibilidade de firmar parceria com instituições privadas para a recuperação do espaço. 

O Teatro Itália Fausta, localizado dentro da Aldeia de Arcozelo, foi o local escolhido para a assinatura do acordo. O complexo cultural foi inaugurado pelo ator Paschoal Carlos Magno (1906-1980), no ano de 1965.

Logo após a visitação dos espaços pelas autoridades, artistas, moradores e convidados, o pároco de Paty do Alferes, Welder de Carvalho Silva, abençoou os lugares já reformados e a banda Luzeiro de Paquetá animou a tarde na Aldeia de Arcozelo, com a presença de 60 alunos da Escola Municipal Laudelina Bernardes.


O criador da Aldeia

Paschoal Carlos Magno (1906-1980) era animador, ator, produtor, crítico, autor e diretor. Personalidade fundamental na dinamização e renovação da cena brasileira, o artista fundou o Teatro do Estudante do Brasil, o Teatro Duse e a Aldeia de Arcozelo.

Em 1958, após uma visita à antiga Fazenda da Freguesia (desativada e em ruínas), a convite dos proprietários, Paschoal teve a ideia de fazer daquele lugar um centro cultural que fosse modelo para o Brasil e o mundo.


Culto em gratidão às autoridades

No domingo, dia 13, o deputado estadual Eurico Júnior participou do culto de gratidão às autoridades de Paty do Alferes, realizado na Assembleia de Deus do Jardim.
 
“Agradeço à Assembleia de Deus do Jardim, em Paty do Alferes e ao pastor Márcio Rosa pelo culto. Essa foi uma semana muito especial, por intermédio da homenagem de nossa região à Santa Dulce, essa brasileira que tem uma vasta obra social, exemplo de uma vida dedicada ao próximo, e também, da assinatura do termo de compromisso que possibilitará a preservação do legado da obra monumental de Paschoal Carlos Magno, pelo qual lutamos há anos. 

Divulgação Ass. Parlamentar
Imagem: Divulgaçãofull-width

Comentar

Postagem Anterior Próxima Postagem

Concer