Pequenos Negócios do Rio de Janeiro foram responsáveis por mais de 10% das exportações brasileiras

Percentual teve leve queda, em comparação com ano anterior


De acordo com a Organização Mundial do Comércio, em 2019, o Brasil figurava como o 27º maior exportador mundial, sendo que o Estado do Rio de Janeiro ocupava a terceira posição entre os que mais exportam no cenário brasileiro, ficando atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.

Já em 2020, o Rio de Janeiro, que permanece na terceira posição, foi responsável por 10,82% das exportações brasileiras.

No ano anterior esse percentual chegou a 12,49%. É o que aponta estudo feito pelo Sebrae, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Apesar dos números positivos, o ritmo de crescimento diminuiu um pouco em comparação entre o ano passado e o período entre 2015-2019. Em 2019, as exportações brasileiras alcançaram aproximadamente US$ 221,1 bilhões, caracterizando uma queda de 4,6% frente a 2018. Em 2020, as exportações do país registraram nova contração de 5,4%, com isso, totalizando o valor de US$ 209,2 bilhões

“A participação do Brasil no comércio internacional oscila entre 0,9% e 1,3% ainda muito inexpressiva para quem é a oitava economia do mundo, demonstrando que há uma grande oportunidade de conquista de novos mercados pelos produtos e serviços brasileiros. O mercado internacional é portanto, uma alternativa promissora para quem quer expandir seus negócios e atingir novos clientes”, enfatiza a coordenadora de Negócios Internacionais do Sebrae Rio, Miriam Ferraz.


Micro e pequenas empresas exportadoras

Atualmente, das 25 mil empresas do país que exportam, 9,5 mil são de pequeno porte. Apesar dessa participação significativa em número de empresas, as micro e pequenas exportadoras são responsáveis por menos de 1% dos valores negociados.

Segundo levantamento do Ministério da Economia, em 2020, as micro e pequenas empresas que mais exportaram estão concentradas nos segmentos de máquinas e equipamentos, produtos de metal, químicos, vestuário e têxteis, entre outros.


Pequenos negócios exportadores do Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro possui excessiva concentração de mercados de destino de suas exportações, com 47% do valor para a China e 21% para os Estados Unidos.

As exportações no estado são também concentradas em petróleo, com mais de 70% do volume de negócios em 2019 entre óleo bruto e subprodutos diretos.
 

Espaço de Oportunidade

O Espaço de Oportunidade representa o potencial de exportação em dólar que o Brasil possui nos mercados-alvo destacados.

Com isso, permite que as empresas identifiquem o potencial de crescimento das exportações de seus produtos para o mercado analisado.
 

Setor de Confecção de artigos do vestuário e acessórios


O setor de Confecção de artigos do vestuário e acessórios representa uma oportunidade para as MPE em 18 UFs: Alagoas, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe.

Os principais destinos identificados como oportunidades para exportação de produtos de MPE que atuam nesse setor, a partir da metodologia descrita na seção anterior, são: Argentina, Bolívia, Chile, Equador, Estados Unidos, Panamá, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai.


Setor de Fabricação de conservas de frutas, legumes e outros vegetais

O setor de Fabricação de conservas de frutas, legumes e outros vegetais representa uma oportunidade para as MPE em 16 UFs: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, Sergipe e Tocantins.

Os principais destinos identificados como oportunidades para exportação de produtos de MPE que atuam nesse setor, a partir da metodologia descrita na seção anterior, são: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Espanha, Estados Unidos, Países Baixos, Paraguai, Peru e Portugal.


Setor de Fabricação de móveis

O setor de Fabricação de móveis representa uma oportunidade para as MPE em 13 UFs: Acre, Bahia, Ceará, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo

 Os principais destinos identificados como oportunidades para a exportação de produtos de MPE que atuam nesse setor, a partir da metodologia descrita na seção anterior, são: Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Estados Unidos, Panamá, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai. 

Fonte: Divulgação Sebrae Rio
Imagem: Reproduçãofull-width

Comentar

Postagem Anterior Próxima Postagem

Concer