O Trirriense do Ano

Entre tantas figuras públicas que nos representam, e que passam o ano trabalhando sério, procurando acertar seus atos em prol da comunidade, entre eles nosso Prefeito, Joa, nosso Deputado Federal, Vinicius Farah, uma delas foi absoluta no seu projeto de vida e mereceu levar o titulo de "O Trirriense do Ano": Padre Medoro.

Tem padres, e pastores, que rezam suas missas, comandam seus cultos e se recolhem para o estudo. Muito importante seu papel para dar conselhos, renovar esperanças, fazer da fé um instrumento de acreditar nas coisas até contra as evidências.

Tem outros, como o Padre Medoro, que vão além: após a missa, arregaçam a bata e abrem as portas de suas paróquias para oferecer comida.

E seus salões, anualmente, para trazer o Alessandro Molo, o Marcelo Freixo, Chico Alencar e mostrar que a política social não deve ser apenas discutida de quatro em quatro anos, mas debatida diariamente na sua plenitude.

Já tinha escutado que em São Paulo tinha um parecido: Dom Evaristo Arns. Padre Vitor Miracapillo, no nordeste, foi executado porque saiu em defesa dos Sem Terra que gostariam de ocupar terras improdutivos.

Ainda bem que a Alerj percebeu isso e, ontem (terça-feira, 7), realizou uma Sessão Solene em sua homenagem, sob o tema "A luta contra a fome e a pobreza", no Rio de Janeiro.

Gostaria muito de ter ido, aplaudido de pé essa figura extraordinária que Deus colocou ali, no bairro do Triangulo, para amenizar nossa secular desigualdade social.

Parabéns, Padre Medoro, temos muito orgulho de seu trabalho e, como trirrienses, podemos dizer: Você nos representa!


Por José Roberto Padilha 
Imagem: Reprodução 

Comentar

Postagem Anterior Próxima Postagem

Concer