Rio de Janeiro lidera crescimento do volume de serviços no mês de junho, mostra IBGE


O Estado do Rio de Janeiro registrou, em junho, a maior expansão no volume do setor de serviços no país em relação a maio.

Os dados, que confirmam a retomada da economia fluminense, são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e foram divulgados nesta quinta-feira (12).

A ascensão econômica num cenário pós-pandemia é uma das bandeiras do governador Cláudio Castro, que já deixou claro que a ampliação da oferta de empregos e a geração de renda são prioridades em sua gestão.

"Ajustar as contas públicas foi crucial para alcançarmos bons resultados como o divulgado pelo IBGE. Com austeridade e seriedade, acertamos os pagamentos com fornecedores e estamos conseguindo antecipar o pagamento do salário do funcionalismo, incluindo o décimo terceiro. E não vamos parar por aí. A concessão dos serviços de saneamento, que é um marco, vai nos proporcionar a possibilidade de retomar importantes obras de infraestrutura com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da nossa população em todas as regiões fluminenses. Como disse, todo o recurso será utilizado em investimento", afirmou Cláudio Castro.

Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços, o crescimento do setor no Rio de Janeiro foi de 5,4% em junho. Em todo país, o avanço foi de 1,7%, em relação ao mês de maio.

O ganho acumulado é de 4,4% nos últimos três meses deste ano. Em comparação a junho de 2020, a alta foi de 21,1%.

O segmento de serviços representa o maior peso no PIB (Produto Interno Bruto) do país.

Outro dado positivo da pesquisa do IBGE é que o setor ampliou o distanciamento frente ao nível pré-pandemia, ficando 2,4% acima de fevereiro de 2020. Além disso, alcançou o patamar mais elevado desde maio de 2016. 

Por Secom RJfull-width

Comentar

Postagem Anterior Próxima Postagem

Concer