Deserto Humano


Pensamentos

Tempo

Tempo

Há tempos

Tempos

Asas ao vento

Aos ventos

Universo multiverso

Cenário controverso

Expectativas vivas

Coração sangrento

A carne não esfria

Diante do frio a pele enrijece, arrepia...

Ouço o som das batidas no peito das poesias

O pequeno pássaro fora do ninho plana diante dos turbilhões caóticos

Ele poupa energia



No paralelo voam os pássaros e os dragões

Ecoam os atos e ações

Choros e canções

Sentimentos e emoções



Em meio as lutas diárias, os animais selvagens, famintos e sedentos procuram água e alimento

Alguma gruta

Oásis

Olho d’água

Vestígios de energia para dar um pouco mais de brilho e sentido ao que chamamos de vida

Há um preço a se pagar e ao se apegar

Tudo tem seu ciclo, incluindo as diárias do infinito mar, onde o Sol e a Lua insistem em se encontrar

A realidade desnuda

Criatura humana emana

O ser sedento vagarosamente bate suas asas e plana, simplesmente plana e emana



Os pensamentos não têm fim

Não têm fim

Fim...


Por Jhean Garcia
Imagem: Reprodução Pixabay

Comentar

Postagem Anterior Próxima Postagem

Concer